Home + Notícias da Página Principal Saiba como evitar contaminação por coronavírus ao ir a um supermercado

Saiba como evitar contaminação por coronavírus ao ir a um supermercado

1238
Entenda como evitar contaminação por coronavírus ao ir a um supermercado
Alguns cuidados simples podem evitar o contágio pelo coronavírus

Em um momento de quarentena por conta da pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas têm se questionado sobre a segurança em sair de casa para algumas atividades essenciais, como por exemplo, ir ao supermercado sem correr risco de contaminação. 

*A recomendação ainda é evitar se possível, à ida ao supermercado e fazer compras online com entrega diretamente em casa. Mas se não for possível evitar, seguindo orientações de médicos infectologistas, alguns cuidados entre os mais simples podem reduzir em muito o risco de uma possível contaminação.

Ir ao supermercado tendo em mãos uma lista com todos os itens que serão necessários, agiliza o tempo gasto dentro do estabelecimento, assim como muito manter a distância dos demais consumidores.

Durante as compras é necessário que o consumidor se lembre de não levar as mãos ao rosto, pois várias pessoas podem ter tocado nos itens antes de vocês, assim como nas prateleiras.

Ajuda muito ir ao supermercado em horários menos movimentados, horários no meio da manhã ou da tarde são sempre menos movimentados.

Perguntas e respostas mais comuns neste momento

Antes de sair e ao voltar do supermercado
– Sair às ruas com os cabelos presos
– Evitar sair com relógio e demais acessórios (e por ventura utilizá-los, eles devem ser higienizados)
– Desinfetar o celular (um dos grande contaminantes) e a capinha com álcool 70%
– Tomar banho e lavar os cabelos ao retornar da rua
– Higienizar também a maçaneta, chave e outros objetos e superfícies que tocar

O carrinho do supermercado pode ser uma superfície contaminada?
Pode sim, como por exemplo a barra onde se usa para empurrar o carrinho. O recomendado é que se higienize com álcool 70% pelo menos a barra antes de se iniciar as compras.

Quais cuidados  ao ir ao supermercado?
Enquanto estiver no supermercado, lembre-se de que todas as superfícies foram tocadas por inúmeras pessoas antes. Será impossível evitar o toque, então a recomendação é que durante as compras não toque o rosto em hipótese alguma. Após acomodar as compras no porta-malas ou no carrinho de feira, higienize as mãos (álcool-gel ou água e sabão) sempre.

O coronavírus pode estar na sacola plástica ou embalagens?
Sim, por isso é recomendado remover o alimento da sacola, das embalagens para um recipiente de sua casa e descartar as embalagens. Após o procedimento higienize as mãos.

O coronavírus pode estar na caixa de papelão?
Sim, no papelão o vírus pode ficar por até 12 horas.

E quanto ao setor de hortifruti, o que fazer?
O consumidor precisa se atentar que após tocar em frutas, legumes ou outras superfícies que foram tocadas por outras pessoas será necessário não tocar no rosto e assim que possível a correta higiene das mãos, então o risco de contaminação está eliminado.

Qual distância manter do outro cliente na fila de pagamento?
A distância recomendada na fila, ou em qualquer outro cenário, é de 1,5 a 2 metros.

Se o pagamento for em dinheiro, se deve lavar a mão após receber o troco?
Higienizar as mãos após lidar com dinheiro é sempre recomendado, em qualquer momento, mas nos dias atuais recomenda-se pagar sempre que possível com cartão.

Idosos e pessoas do grupo de risco devem evitar ir ao supermercado?
Sempre que possível sim, pois eventualmente os idosos podem se ver em um corredor do supermercado próximos a alguém que esteja tossindo. Ou se esquecer de que as superfícies foram tocadas por outras pessoas antes e acabar tocando o rosto.

O coronavírus pode estar na comida?
Caso o cozinheiro esteja doente, sim. Entretanto, não há registro de infecção por coronavírus pela via alimentar até o momento.

Pode ir ao supermercado com sintomas da Covid-19?
Se tiver febre ou sintomas gripais, deve-se evitar de sair de casa. É melhor procurar serviços de entrega em casa. Caso seja impossível, colocar uma máscara e em seguida higienizar as mãos após sair de casa. Não toque o rosto e fique o menor tempo possível fora de casa.