Home + Notícias Campinas em Estado de Alerta com baixa umidade do ar; veja cuidados...

Campinas em Estado de Alerta com baixa umidade do ar; veja cuidados com a saúde no tempo seco

391

A umidade relativa do ar (URA) caiu para 18,8% em Campinas, nesta quinta-feira, dia 26 de agosto. A Defesa Civil do Município emitiu um boletim de Estado de Alerta informando a redução registrada pela Estação Ciiagro/IAC Campinas Região Norte. A cidade estava em Estado de Atenção, quando a umidade baixou para o índice de 29,2%.

• O boletim de Estado de Alerta é emitido quando a URA fica abaixo de 20% e acima de 12%. Já o alerta de Estado de Atenção é relativo a índices entre 20 e 30%. Abaixo de 12%, é decretado Estado de Emergência. Veja abaixo mais informações e cuidados com a saúde no tempo seco
adrotate banner=”4″]

>> A medida essencial é reforçar a hidratação, com consumo de água à vontade e, se possível, sucos leves de frutas e chás gelados, por exemplo.

• Com a umidade relativa do ar entre 12 e 20%, deve-se observar as recomendações de evitar exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10 e 16 horas; evitar aglomerações em ambientes fechados; e usar soro fisiológico para limpar e hidratar olhos e narinas.

Também é preciso manter as orientações de umidificar o ambiente com o uso de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, molhar jardins etc.; sempre que possível é recomendável permanecer em locais protegidos do sol, de preferência em áreas vegetadas.

• No organismo, o tempo seco contribui para o ressecamento das mucosas das vias aéreas, o que acaba facilitando o surgimento de alergias, bronquite, asma, gripes e resfriados. A baixa umidade também causa desidratação, o que pode levar à irritação nos olhos e garganta, além de ressecamento da pele e dermatites.

Recomendações de cuidados com a saúde para fases de queda da URA (Umidade Relativa do Ar):

• Beber muita água, coma mais frutas e vegetais, a desidratação é um sério risco, principalmente para crianças e idosos;

• Evitar objetos que acumulem poeira, como tapetes, cortinas e bichos de pelúcia;

• Evitar ar-condicionado, pois resseca ainda mais o ar;

• Deixar o ambiente úmido com uso de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água; molhar jardins etc;

• Limpar os olhos com algodão ou gaze e soro fisiológico para evitar irritações e outros problemas oculares;

• Evitar fazer exercícios físicos quando o ar estiver muito seco, principalmente no horário das 10h às 16h.

• evitar aglomerações em ambientes fechados;

• sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol, em áreas arborizadas

A baixa umidade do ar causa danos para a saúde, aumentando o risco e o agravamento de problemas respiratórios e podendo levar à desidratação e sobrecarga no organismo de pessoas com doenças cardíacas. Também prejudica o meio ambiente, com mais ocorrências de incêndios em áreas de vegetação.

Defesa Civil Campinas > www.campinas.sp.gov.br/defesa-civil