Home + Notícias Biblioteca Ernesto Manoel Zink em Campinas ganha livros do Projeto Rodas Literárias

Biblioteca Ernesto Manoel Zink em Campinas ganha livros do Projeto Rodas Literárias

208

O acervo da Biblioteca Pública Municipal Prof. Ernesto Manoel Zink em Campinas ganhou reforço: novos livros doados pelo projeto Rodas Literárias. São obras de autores que participam do projeto, que iniciou em 19 de junho a primeira das dez edições e duas oficinas de criação artística em Campinas. Todas as atividades são gratuitas e virtuais, transmitidas sempre aos sábados, das 10h às 12h.

>> Entre as doações, há livros de Hilda Hilst, Conceição Evaristo, Clarice Lispector (cujo conto “O Jantar” será tema da próxima Roda Literária) e até obras infantis, como “A Parte que falta”, de autoria de Shel Silverstein, a obras de Bira Dantas, que é de Campinas e trabalha com HQs, ilustrações e charges desde 1979. Bira fará duas oficinas nos dias 22 e 24 de junho.

  • Para participar das rodas literárias e das oficinas é preciso se inscrever no link: https://forms.gle/eBw2Dbmt9KsYBcXj9
    .
    .
    .
    As Rodas Literárias são encontros on-line semanais para leitura na íntegra de textos curtos em prosa (conto e/ou crônica) e posterior conversa sobre o conteúdo, com duração de duas horas cada atividade. A leitura será feita no dia, não sendo necessário que se conheça a obra ou os autores para participar.

Leia também:

Programação diária de provas das Olímpiadas de Tóquio

A Biblioteca Pública Municipal Prof. Ernesto Manoel Zink é parceira do Rodas Literárias desde 2014. O projeto independente Rodas Literárias é coordenado pela educadora Mozí Neri. Ela também doou obras para a Biblioteca e fará uma oficina nos dias 3 e 5 de agosto.

Rodas Literárias têm apoio do Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo (ProAC SP), edital nº 24/2019 – “Ações de incentivo à leitura”. Outro aspecto do projeto é estimular a participação de todas as pessoas, dizendo o que se pensa, o que é sentido durante esse processo criativo, ainda que tenha sido o primeiro contato delas com o texto. “Aliás, não é imprescindível que o leitor conheça a obra e/ou os autores para participar, deste modo colocamos em prática a perspectiva democrática da ‘palavramundo’, como diria Paulo Freire”, explicam os organizadores.

Programação das Rodas Literárias:


19.06 – Conto “O jantar”, de Clarice Lispector

26.06 – Conto “O pedestre”, de Ray Bradbury

3.07 – Crônicas de Hilda Hilst

10.07 – Conto “Venha ver o pôr do sol”, de Lygia Fagundes Telles

17.07 – Conto “Zaíta esqueceu de guardar os brinquedos”, de Conceição Evaristo

24.07 – Texto de Lima Barreto

31.07 – Conto “As mãos dos pretos”, de Luís Bernardo Honwana

7.08 – Conto “I have shoes for you”, de Cidinha da Silva

14.08 – Conto “Telhado quebrado com gente morando dentro”, de Jarid Arraes

21.08 – Conto “Um general na biblioteca”, de Ítalo Calvino

Programação das Oficinas

1ª – Oficina on-line de HQs, com Bira Dantas

Esta oficina propõe a apresentação do gênero HQs, partindo da obra do autor, intitulada “Tatu-man”, além de orientar os participantes a criar sua própria História em Quadrinhos. Para isso, a oficina será dividida em dois momentos: no primeiro dia, será abordada a criação de personagens; no segundo encontro, a criação de roteiro da HQ.

Material necessário: 20 folhas de sulfite por participante; 1 lápis e 1 borracha branca.

Público-alvo a partir de 11 anos.

Duas turmas, com 20 vagas cada: 1ª turma– dias 22 e 24 de junho, 10h às 12h. 2ª turma – dias 23 e 25 de junho, 15h às 17h.

Bira Dantas trabalha com HQs, ilustrações e charges desde 1979. Foi desenhista da revista em quadrinhos “Os Trapalhões” (Bloch) de 1980 a 82, e intercalador de desenho animado no Estúdio Briquet (Bond Boca) em 85, quando fez parte da AQC (Associação dos Quadrinistas e Caricaturistas de SP).

Colaborou em revistas como Pântano, Tralha, Porrada, Megazine, Bundas, Em Ação (Caterpillar), EATON, IBM, 3M, Rockwell Fumagalli, Anglo, Bundas e jornais como Retrato do Brasil, Folha da Tarde (SP), Diário do Povo (Campinas), Pasquim 21 e jornais Sindicais. Ilustrou livros para Ed. Atual (O Caderno de Perguntas de Rebecca) e para Ática (Curso de Inglês) através da Agência de Design e Editoração Grafos.

Participou de livros cooperativados da Editora Virgo como “Brasil, 500 anos”, “Fome de ver estrelas”, “Tiras de Letras”, entre outros. Publicou quadrinhos literários pela Escala Educacional (Memórias de um Sargento de Milícias, D. Quixote e O Ateneu). Tem trazido as exposições da AQC (Brasil-África, Brasil-Paraguai, Zalla para sempre) para a Biblioteca Pública Municipal Prof. Ernesto Manoel Zink, em Campinas. É professor de charge, cartum e caricatura na Escola de Arte Pandora, em Campinas. Atualmente é contratado pelo Sinergia e Sindipetro.

2ª Oficina on-line de leitura e escrita literárias, com Mozí Neri

Esta oficina parte da leitura de formas breves da prosa – fragmentos, provérbios, diários, crônicas e contos – como provocação à escrita criativa. A oficina é dividida em dois movimentos: o primeiro, de apresentação, leitura e conversa com e sobre os textos; o segundo, de produção escrita das pessoas participantes. Os textos produzidos também serão lidos e comentados.

Turma da noite – dias 3 e 5 de agosto, 20h às 22h. São 20 vagas.

Mozí Neri é mestra em Educação (Unicamp) e licenciada em Letras (UFRJ), tendo defendido dissertação sobre a importância da literatura em ambientes de coletividade e diálogo.

Atua em atividades educativas e culturais de incentivo à leitura e escrita literária; em coordenação e supervisão de projetos; docência; atendimento a escolas e ao público de bibliotecas e museus. Coordena o projeto “Rodas Literárias” desde 2012, que já foi realizado em bibliotecas públicas do RJ e de SP, via editais e/ou parcerias.

Em 2019, este projeto foi selecionado pelo Edital ProAC nº 24/2019, que visa a realização de ações de incentivo à leitura no Estado de São Paulo. Publicou textos ficcionais e não ficcionais, de diferentes gêneros, em periódicos e coletâneas. Ainda em 2019, publicou o ensaio “Da palavra ao gesto: o ato de ler literatura”, na coletânea Mediação da leitura literária em bibliotecas, pela editora Malê. No contexto pandêmico e on-line, em 2020 e 2021, vem realizando encontros quinzenais das Rodas.