Home + Notícias da Página Principal Prefeitura de Campinas anuncia início da reforma do Centro de Convivência

Prefeitura de Campinas anuncia início da reforma do Centro de Convivência

250

A primeira etapa da reforma do Centro de Convivência Cultural de Campinas terá início em 5 de outubro. A ordem de serviço para começar o trabalho foi assinada na em 25/09, pelo prefeito Jonas Donizette, durante transmissão pelas redes sociais.

A empresa que irá executar a obra é a construtora Progredior Ltda. Os primeiros cinco dias úteis, após a assinatura da ordem de serviço, são o período de mobilização da empresa para início do trabalho. A previsão é de 24 meses.

>> O investimento é de R$ 17.895.453,20. O valor final é 20% menor em relação ao orçado inicialmente. Os recursos são de convênio com o governo do Estado, que havia destinado R$ 19,1 milhões para a primeira fase.

“O projeto foi feito prevendo uma segunda etapa de obras, que é a reforma da sala de espetáculos. A conclusão desta primeira fase vai permitir a utilização de todos os outros espaços do teatro, como as áreas de exposição, administrativa, do antigo bar (Café la Recoleta) – que poderá ser aproveitado para a mesma função que tinha -, sala de ensaio da Orquestra, entre outros. O investimento terá retorno imediato após a primeira etapa da obra”, disse o secretário de Infraestrutura, Pedro Leone.

Histórico

Inaugurado em 9 de setembro de 1976, o Centro de Convivência Cultural de Campinas está interditado desde 14 de dezembro de 2011. Reabriu parcialmente no início de 2012 para a Campanha de Popularização do Teatro. O CCC fica na praça Imprensa Fluminense, no Cambuí.

O projeto de recuperação foi elaborado pela empresa Falcão Bauer, custeado por um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), e preserva a ideia original do arquiteto que projetou o local, Fábio Penteado. O complexo é um patrimônio arquitetônico, um dos equipamentos culturais mais importantes de Campinas e região.

“Falo com emoção deste momento, como artista. Cheguei a Campinas com 18 anos, para estudar Composição e Regência. O Centro de Convivência foi o primeiro teatro que eu conheci, que fui assistir a um espetáculo. Depois, foi o primeiro teatro que toquei e o primeiro que tocou as minhas peças. É um relacionamento de coração. Fazer essa revitalização é um ponto de honra. É um patrimônio cultural, uma alegria para a cidade”, disse o secretário municipal de Cultura, Ney Carrasco.

A construtora Progredior Ltda foi selecionada no dia 27 de agosto. O processo de licitação começou em janeiro deste ano e em 29 de maio foram recebidas as propostas de 10 empresas interessadas.

Sobre a reforma

O que será feito nesta primeira etapa:

Novo sistema de drenagem.

Eliminação de infiltrações, de fissuras e reparos na estrutura de concreto armado.

Nova impermeabilização e substituição completa das redes elétrica e hidráulica.

Adequações para acessibilidade e para atender às normas de segurança do corpo de bombeiros.

Em uma segunda etapa, no futuro, serão trocados os equipamentos da área cênica, de iluminação e de acústica do teatro.

Sobre o Centro de Convivência

O complexo do Centro de Convivência tem área total de cerca de 6 mil metros quadrados. São 4 mil metros quadrados na área externa, onde fica o teatro de arena, com capacidade para 3 mil pessoas.

Na área interna são 2 mil metros quadrados, com saguão, 6 salas (de espetáculo, de ensaio, técnica e administrativa), teatro Luís Otávio Burnier, com mais de 500 lugares (homenagem ao ator e diretor de teatro campineiro), 4 galerias, 8 camarins e banheiros.