Home + Notícias da Página Principal Postos de combustíveis de Campinas são proibidos de vender bebidas alcoólicas na...

Postos de combustíveis de Campinas são proibidos de vender bebidas alcoólicas na fase de controle do coronavírus

238
Postos de combustíveis de Campinas são proibidos de vender bebidas alcoólicas na fase de controle do coronavírus
Medida terá validade pelo prazo de 30 dias, mas com possibilidade de prorrogação

Com a entrada de Campinas na fase vermelha do plano São Paulo criado pelo governo do estado para controle da disseminação da pandemia do coronavírus, a prefeitura anunciou nesta semana a proibição de vendas de bebidas alcoólicas em postos de combustíveis. A medida foi necessária diante dos registros de aglomerações nas lojas de conveniência desses estabelecimentos.

O decreto terá validade em um primeiro momento pelo prazo de 30 dias, mas com possibilidades reais de prorrogação por mais 30 dias. Estabelecimentos que não cumprirem a medida e forem flagrados vendendo bebidas alcoólicas, serão multados e poderão ser fechados, em caso de segunda reincidência. A multa inicial é de R$ 1.446,44, dobrando em caso de reincidência (R$ 2.892,88). Caso haja um terceiro flagrante de desrespeito à proibição, o fechamento do local é imediato e perdurará até o fim da quarentena.


Nós estamos fazendo o todo possível para evitar as aglomerações, e não é só na periferia que está acontecendo. Esse é um momento de colaboração, de maior responsabilidade individual com o coletivo. É preciso que as pessoas sigam as normas de distanciamento, uso de máscaras“, disse Jonas Donizette.

Ainda segundo o prefeito os locais se transformaram em “pontos de encontros” e foram registrados nos últimos dias vários chamados pelo telefone 153 da Guarda Municipal sobre aglomerações em postos de combustíveis.

O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Campinas e Região, disse que irá “aguardar a publicação do decreto para um posicionamento oficial”.