Home + Notícias da Página Principal Campinas vai testar todos os profissionais de saúde das redes pública e...

Campinas vai testar todos os profissionais de saúde das redes pública e privada para Covid-19

351

Campinas vai iniciar o projeto “Cuidar de quem cuida”, que é a testagem de profissionais da saúde, da rede pública e privada, para Covid-19. Os testes serão feitos em pessoas assintomáticas (que não estão com sintomas) e que não tiveram resultado positivo para Covid anteriormente, a partir do dia 3 de agosto.

É uma parceria entre a Prefeitura com o Instituto Butantã, que é do governo do Estado, e do laboratório Hilab. A expectativa é que a testagem seja feita entre 40 e 60 dias. O objetivo é avaliar a prevalência de pessoas que tiveram contato com o coronavírus.

O secretário de Saúde, Carmino de Souza, explicou que o exame é feito com plasma da amostra de sangue e resultado de resposta imunológica ao coronavírus sai em 30 minutos. E que os profissionais que estejam com sintomas de Covid-19 não farão esse teste e sim o PCR (do cotonete no nariz).

A previsão é de que sejam testados cerca de 15 mil profissionais de saúde. Os cadastros começam a ser feitos nesta terça-feira, 28 de julho, por sistema, pelas instituições e unidades de saúde. As instruções de cadastro e forma de testagem foram enviadas pelo Butantã. O Instituto enviará à Prefeitura cerca de 50 mil conjuntos de materiais que serão utilizados nos testes. As instituições participantes farão a retirada com a Prefeitura.

Mais testes
A partir da segunda semana de agosto serão incluídos profissionais de segurança, da Guarda Municipal, Defesa Civil, Polícia Militar e Receita Federal, e privados de liberdade. Os números de profissionais de segurança e privados de liberdade estão sendo computados.

Como é a testagem

>> Serão feitos testes rápidos para a detecção de anticorpos, ou seja, será analisado se a pessoa produziu anticorpos contra o coronavírus, recentemente ou há mais tempo.

Os exames são cadastrados em um aplicativo do laboratório Hilab e os resultados são disponibilizados em cerca de 30 minutos, com a emissão do laudo com resultado do exame.

Se o resultado apontar que os anticorpos foram produzidos recentemente, o profissional deve ser afastado por sete dias. Cada unidade de saúde, pública ou privada, fará os testes em seus profissionais.