Home + Notícias da Página Principal Veja como foi a reabertura do comércio em Campinas no centro e...

Veja como foi a reabertura do comércio em Campinas no centro e nos shoppings

558
A Defesa Civil esteve na fiscalização no Centro de Campinas | Crédito: Carlos Bassan

Fechado desde a primeira quinzena de março, o comércio de Campinas reabriu para o público na segunda-feira (8-jun). Entre os consumidores, existiram pessoas na rua 13 de maio (principal ponto de comércio da cidade), que desrespeitaram o uso obrigatório de máscara de proteção contra a transmissão do coronavírus.

O uso de máscaras em Campinas é obrigatório, assim como o distanciamento entre pessoas.


O comércio de rua de Campinas voltou a funcionar em horário especial entre 12h00 e 16h00 já os shoppings estão autorizados entre 16h00 e 20h00. Lojistas se adequaram para receber os clientes, com medidas de distanciamento (o que em alguns casos não deu muito certo), higienização das mãos na entrada de clientes e vitrines além da arrumação no interior das lojas, medida válida para clientes e funcionários.

A prefeitura de Campinas está trabalhando na Fase 2 Laranja seguindo orientações do Plano São Paulo, estabelecido pelo governo do estado. A medidas restritivas impostas pelo governo de SP andam em conjunto com o aumento na ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em hospitais da cidade e também com a Secretaria Municipal de Saúde.

A prefeitura de Campinas autorizou o funcionamento do comércio mediante emissão da Declaração de Estabelecimento Responsável. Em um possível aumento no número de ocupação dos leitos hospitalares a cidade será obrigada a decretar novamente o fechamento do comércio de rua e shoppings.

A capacidade de atendimento de clientes tanto no comércio de rua quanto dos shoppings foi reduzida a 20% durante esta fase da reabertura gradual. A prefeitura informou que será realizado fiscalização diariamente.

Leia também:
Passageiros terão medição de temperatura em terminais de ônibus de Campinas

Nos três principais shoppings da cidade (Iguatemi, Dom Pedro e Campinas Shopping) além da medição de temperatura e uso de álcool gel houve o controle de fluxo de pessoas por meio de um aplicativo que mostra a quantidade de pessoas em porcentagem. Mesmo assim houve registro de filas de carros aguardando para entrar.


O que voltou a abrir:
– Comércios de rua das 12h às 16h
– Shoppings Centers das 16h às 20h
(sem atividades culturais ou de lazer, praça de alimentação, serviços de vallet)
– Escritórios em geral.
– Igrejas e templos religiosos

O que continua proibido de abri:
– Bares e restaurantes (para atendimento ao público)
– Academias, salões de beleza, teatros e cinemas
– Praças, parques entre outros espaços públicos
– Eventos com aglomeração de pessoas.

Multas:
Lojistas que não cumprirem as determinações de proteção contra o coronavírus podem ser multados em até R$ 1.400,00. No caso de reincidência, a multa será dobrada e, na terceira vez, o estabelecimento terá seus serviços encerrados pelo período em que durar a quarentena.