Home + Notícias da Página Principal Mata de Santa Genebra em Campinas ganhará trilha suspensa em 2020

Mata de Santa Genebra em Campinas ganhará trilha suspensa em 2020

682
Mata de Santa Genebra em Campinas, Mata de Santa Genebra em Campinas ganhará trilha suspensa em 2020
Nova trilha poderá ser utilizada por cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida

A Mata de Santa Genebra em Campinas, maior floresta urbana da Região Metropolitana de Campinas (RMC) ganhará uma trilha suspensa com cerca de um quilômetro e que poderá ser utilizada por cadeirantes, pessoas com mobilidade reduzida. A trilha ligará a sede a entrada da Fundação ao Borboletário.

Os recursos necessários para a instalação da passarela, foram aprovados pelo Fundo de Recuperação, Manutenção e Preservação do Meio Ambiente (Proamb). O projeto é resultado de uma parceria entre a PUC-Campinas e a Secretaria do Verde e do Desenvolvimento Sustentável e foi elaborado por alunos do curso de Arquitetura da universidade.

A trilha suspensa deverá estar concluída até o início do segundo semestre de 2020. A trilha será fixa e baixa (com inclinação de zero a 60 centímetros) e não irá provocar impactos na mata, pois será instalada em cima de uma das quatro já trilhas existentes.

Com a trilha suspensa, a fundação espera dotar a mata de uma estrutura que evite a compactação do solo, permitindo que atividades de uso público sejam desenvolvidas de acordo com os objetivos de conservação da unidade.

Os visitantes terão a oportunidade de entrar em contato com indivíduos representativos da flora do fragmento florestal que, por sua raridade e beleza, são especialmente importantes na sensibilização dos visitantes para a necessidade de preservação das florestas.

Sobre a Mata Santa Genebra
A Mata, tem cerca de 2,7 milhões de metros quadrados, sendo formada por 85% de floresta semidecídua e 15% de mata de brejo ou floresta higrófila. As árvores em geral são bem altas, contendo espécies que alcançam até mais de 25 metros, como o jequitibá-rosa, a peroba-rosa, jatobá.

De estatura média, com 15 a 18 metros de altura, existem diversas espécies como o jequitibá-branco, cedro-rosa, pau-marfim e as figueiras. Abaixo disso, existe, ainda, um estrato herbáceo arbustivo razoavelmente denso. Ainda é possível encontrar epífitas, como orquídeas e bromélias, nas copas de grandes árvores das áreas mais preservadas.