Home Destaques Centro de pesquisa em Campinas desenvolve sensor capaz de eliminar mosquito Aedes...

Centro de pesquisa em Campinas desenvolve sensor capaz de eliminar mosquito Aedes aegypti (dengue e outras); veja como funciona

908

equipamento-para-eliminar-mosquito-da-dengueUma nova tecnologia desenvolvida no Centro de Tecnologia de Informação (CTI) Renato Archer em Campinas vai permitir identificar e eliminar o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika. O novo equipamento usa sensores e raio laser que possibilita abater o mosquito logo no ato da identificação durante voo.

O sistema identifica o Aedes pelo tipo de batida de asas e também pelo tipo de voo. O equipamento pode ser instalado em molduras de janelas e portas. Já o raio laser tem a opção de ser fixo ou móvel. O sensor pode ser utilizado, por exemplo, em uma área urbana para identificar a incidência do mosquito naquele local e, a partir daí, desenvolver estratégias contra o mosquito em regiões de maior incidência.


Como o mosquito tem um limite de voo de cerca de 4 metros de altura, é possível instalar uma espécie de pilar com os sensores, para identificar quantos passam pela área, colocando um ao lado do outro em uma distância estabelecida. Assim, formando uma espécie de cerca. Na agricultura também existe uso para a novidade. No campo, é possível ter estações de monitoramento remotas para ver a incidência de pragas, por exemplo.




Quanto à febre amarela, o risco de Aedes aegypti transmitir é baixo, dizem especialistas. O Aedes aegypti é o único mosquito que transmite o vírus nas áreas urbanas, mas o último caso de febre amarela urbana no Brasil foi registrado há mais de 70 anos. Em áreas florestais, a transmissão da febre amarela é principalmente por mosquitos dos gêneros Haemagogus ou Sabethes.

O prazo para o projeto que vai permitir identificar e eliminar o mosquito Aedes aegypti estar disponível e em funcionamento, é até o final de 2018 e deverá custar R$ 100,00 segundo os pesquisadores que não oferece risco para a população.