Home Destaques Parque Hopi Hari anuncia reabertura e venda de ingressos para a “hora...

Parque Hopi Hari anuncia reabertura e venda de ingressos para a “hora do horror”

6308
Parque Hopi Hari anuncia reabertura e venda de ingressos para a
Centro de diversões na cidade de Vinhedo estava fechado desde maio devido a uma crise financeira

O Parque Hopi Hari anunciou o inicio das vendas para a reabertura do parque de diversões que fica na cidade de Vinhedo (SP). Conforme prometido pelo novo presidente, José Davi Xavier, o parque entrou em operação de testes no dia 1º de julho. O parque confirmou a reabertura ao público no dia 5 de agosto (sábado), acompanhada da noite “hora do horror” um clássico.




Usando como tema o Egito antigo, seus faraós, múmias e tumbas, o parque irá apresentar uma megaprodução batizada de “Karnak – A Maldição da Tumba”. Essa atração irá acontecer todas as sextas, sábados e domingos, nos meses de agosto e setembro. Ainda segundo a direção do parque, o preço do passaporte será de R$ 150,00 (um aumento de 50% no valor do antigo ingresso), tendo como referência da data de fechamento, em maio. Até a publicação deste artigo a página oficial o Hopi Hari não havia iniciada as vendas pela internet.

Frequentadores reclamam
A reabertura do Hopi Hari, veio em forma de anuncio no Facebook do parque com um post de seu presidente José David onde o gestor anunciava os novos ingressos a R$ 150,00. Imediatamente a publicação, varias pessoas se manifestaram questionando o aumento de 50% no valor do ingresso. As manifestações em sua maioria contrária ao aumento também teve defensores, que entendem que o que o parque oferece nos dias atuais tem que haver um reajuste.

Inauguração e fechamento
Em sua inauguração em novembro de 1999, o Hopi Hari se referia como um grande parque e teve sucesso. O empreendimento ergueu-se gradativamente e se tornou um polo de diversão, atraindo turistas de todo o País. No auge, em 2011, as projeções eram as melhores: recebia 2 milhões de visitantes, investia R$ 150 milhões em novidades e pularia de 58 atrações para 65 em um ano.




Crise financeira
Considerado anteriormente como o maior parque de diversões da América Latina, com 18 anos de existência, o Hopi Hari estava com uma dívida milionária, com luz cortada e sem seguro. Os 300 funcionários estavam sem receber salários, o que obrigou o parque a fechar as portas em maio para uma readequação financeira.

Já consolidado, em 2012 o parque sofreu um abalo financeiro com a morte de uma adolescente de 14 anos que caiu do brinquedo “La Tour Eiffel” após a trava de segurança do assento se abrir. A tragédia abalou a credibilidade do parque. Ainda que o Hopi Hari seguisse firme na tentativa de se reerguer, o número de visitantes caiu, assim como o de investimentos. Os prejuízos só aumentavam, até que, em agosto de 2016, já com uma dívida de R$ 300 milhões, a administração entrou com o pedido de recuperação judicial.

 

>> Clique para ver + notícias da região de Campinas, atualidades Brasil e mundo