Home Destaques Prefeitura de Campinas abre inscrições para o programa Juventude Conectada, que oferece...

Prefeitura de Campinas abre inscrições para o programa Juventude Conectada, que oferece bolsa-auxílio aos aprovados

1010

juventude-conectada
Já estão abertas as inscrições para o programa Juventude Conectada, programa de bolsas da Coordenadoria da Juventude para jovens com idades entre 15 a 29 anos. O intuito do programa, que oferece 120 vagas, é promover a inclusão social, formação e atuação comunitária dos bolsistas a partir da cultura digital. As inscrições devem ser feitas no site do programa e se encerram no dia 30 de maio ou até o número de inscritos chegar a 3 mil.




Todo o processo seletivo é gratuito. Após o período de inscrições, os candidatos selecionados na primeira fase serão convocados para a realização de uma prova objetiva composta por 30 questões, divididas entre matemática, língua portuguesa e informática. Os jovens, por ordem de classificação, e de acordo com o número de vagas, serão contatados para uma entrevista e para a apresentação dos documentos que comprovem os requisitos para inscrição.

O programa Juventude Conectada possui uma rede de 26 telecentros, que oferecem acesso gratuito a tecnologias de informação e comunicação com objetivo de atender às comunidades das regiões de maior vulnerabilidade social. Os telecentros estão espalhados pela cidade de Campinas e proporcionam atividades pedagógicas orientadas à capacitação em informática básica, vídeo, fotografia e outras ferramentas de cultura digital.

Segundo o coordenador da Juventude, Felipe Gonçalves da Silva, um dos principais pontos a ressaltar nessa nova fase é que o programa faz parte da Coordenadoria da Juventude. “Podemos integrar os jovens às outras ações desenvolvidas pela Coordenadoria. Uma das principais demandas da juventude hoje, é a questão da empregabilidade e geração de renda. O programa pode ser uma das primeiras experiências profissionais desse jovem”, afirma Felipe.




O coordenador da Juventude também ressaltou que participantes que saíram antes do tempo previsto do programa só o fizeram porque conseguiram ingressar no mercado de trabalho ou foram aprovados em vestibulares de universidades públicas ou privadas, com direito à bolsa de estudos. “Durante as capacitações podemos dar um direcionamento em relação a outras políticas públicas da juventude municipais, estaduais e nacionais, como o Prouni (Programa Universidade para Todos) por exemplo” finaliza Felipe.

Bolsa-auxílio
A prefeitura de Campinas oferece uma bolsa é de R$ 508,11 por 20 horas semanais sendo quatro horas diárias, divididas entre formação e atividades nos telecentros. Os bolsistas também recebem vale-transporte. O prazo da bolsa é de 12 meses, prorrogável pelo mesmo período.

Pré-requisitos
O processo seletivo tem alguns pré-requisitos como: morar no município de Campinas, ter entre 15 e 29 anos na data de assinatura do termo de adesão e não estar empregado. É preciso ainda ter, no mínimo, ensino fundamental completo ou cursar a partir do 9º ano. A renda familiar também não pode passar de um salário-mínimo (R$ 937,00) per capita (por pessoa).

Inscrição on-line
Outras informações sobre o programa podem ser obtidas através do telefone (19) 3231-1194.