Home Destaques Exército abre inscrições para 440 vagas para homens e mulheres na Escola...

Exército abre inscrições para 440 vagas para homens e mulheres na Escola de Cadetes de Campinas

5849
Escola-Preparatoria-de-Cadetes-do-Exercito-EsPCEx-Campinas
No total, serão 400 vagas para o sexo masculino e 40 para o sexo feminino, candidatos devem ter idade entre 17 e 22 anos

O Exército Brasileiro abriu na segunda-feira (1º) 400 inscrições para o concurso público com 400 vagas na Escola Preparatória de Cadetes (EsPCEx) de Campinas, para o curso de Formação e Graduação de Oficiais de Carreira da Linha de Ensino Militar Bélico. Ao todo serão 400 vagas para o sexo masculino e 40 para o sexo feminino, destinadas à matrícula no curso de Formação e Graduação de Oficiais de Carreira da Linha de Ensino Militar Bélico.




Os candidatos interessados devem ter nível médio completo, e ter entre 17 e 22 anos de idade completados até 31 de dezembro de 2016, no mínimo, 1,60m de altura para o sexo masculino e 1,55m de altura para o sexo feminino. As inscrições devem ser realizadas até o dia 20 de junho exclusivamente no site da Espcex. A taxa de inscrição é de R$ 90,00.

Clique aqui para ver o edital do “Diário Oficial da União”

O processo seletivo terá exame intelectual, inspeção de saúde e exame de aptidão física. A prova objetiva será aplicada nos dias 30 de setembro e 1º de outubro. O curso, de nível superior, será realizado em 5 anos em regime de internato nas instalações da EsPCEx, em Campinas, com duração de 1 ano, onde o militar em formação recebe o título de aluno; e nas instalações da Academia Militar das Agulhas Negras, na cidade de Resende no Rio de Janeiro, com a duração de 4 anos, onde o militar em formação recebe o título de cadete.

Durante a realização do curso na Academia Militar das Agulhas Negras, o cadete do sexo masculino optará por um dos seguintes cursos: infantaria, cavalaria, artilharia, engenharia, comunicações, intendência e material bélico. A cadete do sexo feminino, no processo de escolha, somente poderá optar pelos cursos de intendência ou de material bélico. Os concluintes serão declarados aspirantes a oficial, sendo-lhes conferida, após a colação de grau, a graduação de bacharel em ciências militares.