Home Notícias da Região Mulheres marcam presença na MRV Regional Campinas

Mulheres marcam presença na MRV Regional Campinas

1294
mrv-dia-internacional-da-mulher-2017-regional-campinas
Da esquerda para a direita, Stefani Maetsuka, Maria Regiane, Samantha Pinto, Camila Sergio e Edilaine Girotto. Foto: Roncon & Graça Comunicações

A Regional Campinas da MRV conta 275 mulheres, sendo que 137 atuam no escritório e plantões de vendas e 138 nas obras. As mulheres representam cerca de 13% do total de colaboradores da Regional, que conta com 2.113 colaboradores, entre homens e mulheres.




O Diretor de Produção da MRV Engenharia, Tulio Pereira Barbosa, afirma que a empresa entende e acredita no potencial da força feminina em todas as áreas. “Na produção não poderia ser diferente. As mulheres, de maneira geral, são reconhecidas por serem detalhistas e tomarem cuidado com tudo e todos que estão no seu entorno, características estas importantes, para as mais diversas tarefas desempenhadas na construção civil”, acrescentou.

Depoimentos – Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, cinco mulheres que atuam na obra do Parque das Constelações, em Campinas, falam sobre as suas expectativas de carreira e desafios.

Para Stefani Maetsuka (assistente administrativa), que atua há dois anos na obra, “é muito gratificante fazer uma carreira e vencer os desafios que a cada dia temos diante de nós”. Na avaliação de Edilaine Girotto (aux. de engenharia), as mulheres estão conquistando seus espaços e hoje já conseguem ter uma carreira. “É muito bom estarmos em um ambiente, como o da MRV, onde se é reconhecida pelo profissionalismo, não por ser homem ou mulher”, acrescentou.

300x150_retangulo_cantodoscanarios_portaldarmcMaria Regiane (do setor de limpeza) diz que se considera uma vencedora. Com um ano e três meses atuando na obra, ela afirma que se sente cada dia mais capaz de vencer os desafios e mostrar “o valor e força do seu trabalho”, como ela faz questão de ressaltar. A estagiária de engenharia civil Camila Sergio disse que está realizando “um grande sonho”, como profissional e mulher, ao estar em um canteiro de obra. “Consigo ver o meu futuro como engenheira na MRV e estou muito feliz com isso”, acrescentou.

Para Samantha Pinto (aux. de engenharia), estudante de engenharia e há dois anos na obra, a felicidade vem também das lembranças de menina. “Meu pai era pedreiro e sempre o acompanhava no trabalho. Ele sempre me incentivou a estudar e hoje nós dois estamos cursando engenharia civil. Isso faz com que valorize ainda mais a minha carreira na MRV”, finalizou.