Home Notícias da Região Prefeitura de Campinas estuda fechamento da avenida Francisco Glicério aos domingos

Prefeitura de Campinas estuda fechamento da avenida Francisco Glicério aos domingos

874

Prefeitura de Campinas estuda fechamento da avenida Francisco Glicério aos domingos, Prefeitura de Campinas estuda fechamento da avenida Francisco Glicério aos domingos

Prefeitura de Campinas estuda fechamento da avenida Francisco Glicério aos domingos, Prefeitura de Campinas estuda fechamento da avenida Francisco Glicério aos domingos
Projeto ainda terá uma consulta técnica e a prefeitura irá ouvir comerciantes locais para viabilidade do fechamento

Pensando em aumentar a oferta de lazer para os moradores de Campinas, o prefeito de Campinas, Jonas Donizette, pediu uma consulta pública na Câmara Municipal para discutir a possibilidade de fechamento da Avenida Francisco Glicério, aos domingos e feriados.




Segundo o prefeito, a ideia é liberar a via para pedestres e ciclistas para atividades de lazer, esporte e cultura, assim como já acontece na Avenida Paulista, em São Paulo. Mas para isso ele sugere ouvir comerciantes locais “Tão importante quanto você fazer, é o jeito. Não custa ouvir, porque tem sempre aquele que é contra. Então, tem que ouvir, explicar o que vai fazer e mostrar que pode ser bom”, disse Jonas.

Ainda segundo Jonas “Quando decidimos fechar a pista da lagoa do Taquaral a gente ouviu, conversou e claro que não agradamos 100% da população”, explicou o prefeito.

A ideia de fechamento da avenida é antiga, em 2015 a Câmara Municipal protocolou requerimento pedindo para a Emdec verificar a possibilidade técnica do fechamento da via. A intenção da prefeitura é que a medida seja implantada até o final do ano entre as avenidas Orosimbo Maia e Moraes Salles em uma distância de cerca de 1km.

Um dos objetivos inseridos no projeto é incentivar o não uso do carro em uma avenida que é cartão-postal da cidade. O assunto, ainda em discussão e análise, é tratado diretamente pelo prefeito Jonas Donizette, que já admitiu fazer uma experiência “Acho que é uma ideia a ser discutida com a cidade, vale a pena uma experiência. Não rejeito fazer uma experiência, poderia ser algo positivo. Mas é preciso ouvir a população” finaliza Jonas.