Home Notícias da Região Prefeitura de Americana anuncia os condutores da Tocha Olímpica

Prefeitura de Americana anuncia os condutores da Tocha Olímpica

4695

Prefeitura de Americana anuncia os condutores da Tocha Olímpica, Prefeitura de Americana anuncia os condutores da Tocha Olímpica

Prefeitura de Americana anuncia os condutores da Tocha Olímpica, Prefeitura de Americana anuncia os condutores da Tocha Olímpica
Cada ex-atleta deverá percorrer cerca de 250 metros pelas ruas da cidade

A prefeitura de Americana divulgou os nomes dos condutores da Tocha Olímpica que percorrerão ruas e avenidas do município que terá inicio no dia 3 de maio em Brasília passando por Americana no dia 20 de julho. Cada pessoa deve levar a tocha por aproximadamente 250 metros em 41 cidades no estado de São Paulo

Adriana Santos – 45 anos
Nascida em São Bernardo do Campo, conquistou duas medalhas olímpicas (prata 1996 e bronze 2000) e foi campeã mundial (Austrália – 1994) e dos Jogos Pan-Americanos (Cuba (Havana) – 1991).

Karla Costa – 37 anos
Jogadora de Americana há sete anos, brasiliense, disputou três olimpíadas (Atenas – 2004, Pequim – 2008 e Londres – 2012) e conquistou títulos nacional, estadual, sul-americano e inúmeras medalhas de ouro em Jogos Regionais e Jogos Abertos com a equipe de Americana.

Flavio Conceição – 41 anos
Revelado no Rio Branco Esporte Clube e com passagens nos principais clubes de futebol do mundo, o jogador subiu ao pódio dos Jogos Olímpicos com a medalha de bronze em Atlanta 1996. Também defendendo a seleção brasileira, o ex-volante, natural de Santa Maria da Serra (SP), foi bicampeão da Copa América (1997 e 1999).

Giuliano Peixoto – 40 anos
Atleta desde as escolinhas esportivas da Secretaria Municipal de Esportes, um dos melhores mesatenistas da história da modalidade no país, esteve nas Olimpíadas de 1996, onde defendeu o Brasil nas disputas de simples e duplas.

Danilo Glasser – 39 anos
Integrante da Seleção Brasileira entre 1998 e 2009, o paratleta participou também das Paraolimpíadas de Atenas-2004, onde conquistou duas medalhas de bronze. Em 2001, foi eleito pelo COB e CPB o melhor atleta paralímpico do ano e, em 2003, foi o terceiro nadador paralímpico da história mundial a conquistar índice para disputar um campeonato nacional contra nadadores sem deficiência.

Anderson de Lima – 59 anos
O aluno da primeira escola esportiva de judô de Americana, sensei também esteve em Atlanta 1996, compondo a comissão técnica da seleção brasileira de judô durante os Jogos Olímpicos realizado nos Estados Unidos.

A escolha dos condutores foi feita pelos dirigentes da Secretaria de Esportes de Americana, que, de forma minuciosa, determinaram que o condutor tivesse residência fixa no município, ter defendido uma equipe de Americana em sua respectiva modalidade e disputado os Jogos Olímpicos.