Home Destaques São Roque entra na rota do vinho e do turismo gastronômico com...

São Roque entra na rota do vinho e do turismo gastronômico com bons restaurantes portugueses e italianos

São Roque entra na rota do vinho e do turismo gastronômico com bons restaurantes portugueses e italianos

São Roque entra na rota do vinho e do turismo gastronômico com bons restaurantes portugueses e italianosConhecida hoje em dia por seus vinhos, a cidade de São Roque em uma região montanhosa com pouco mais de 90 mil habitantes e há cerca de 70 quilômetros de São Paulo, ganhou reputação a partir das vinícolas fundadas ali por famílias portuguesas e italianas.

A fama de bebida simples d local começou a mudar quando empresários perceberam o potencial da cidade para atrair visitantes interessados em comer, beber e aprender sobre vinho. Às tradicionais degustações somaram-se ofertas gastronômicas mais sofisticadas e passeios temáticos.

Aos poucos, o enoturismo abriu novas oportunidades de negócio e redefiniu a paisagem local. Hoje, o Roteiro do Vinho de São Roque agrega mais de 40 estabelecimentos que recebem até 12 mil turistas a cada fim de semana. Os vinhedos, antes plantados em caramanchões com uvas americanas (mais indicadas para suco), e híbridas (algumas desenvolvidas especialmente para o clima da região), foram convertidos para o sistema conhecido como espaldeira, em que as plantas são conduzidas na vertical, e ganharam parcelas com castas europeias.

Nos últimos anos, foi introduzida também a técnica da dupla poda, que permite a colheita durante o inverno, em condições que favorecem a maturação das uvas e elevam a qualidade da matéria-prima para a produção de vinhos finos. O resultado dessas inovações tem aparecido tanto na forma de prêmios conquistados dentro e fora do País quanto na inclusão de vinhos de São Roque nas cartas de restaurantes renomados, como o DOM, de Alex Atala, e o Taraz, no luxuoso hotel Rosewood, em São Paulo.


Essa evidente evolução na qualidade dos rótulos de São Roque acompanha outra, que é a sofisticação das atrações do Roteiro do Vinho. De olho em um público de alto poder aquisitivo, os empreendimentos turísticos da região agora oferecem piqueniques sob o parreiral, pedaladas nos vinhedos e até colheitas noturnas.

Com os vinhedos iluminados, casais recebem uma cesta de vime e uma tesoura para colher parte dos cachos de uva que serão usados na produção dos Lotes de Coleção safra 2022. Encerrada a colheita, os vinhedos oferecem um jantar harmonizado com os principais rótulos de cada casa.

Para quem gosta de conciliar vinhos e atividade física, a dica é o Wine Bike, passeio de 2h30 aos domingos pela manhã no qual um grupo de até 30 pessoas pedala 11 quilômetros entre vinhedos.

Como só pode ser realizada em datas específicas, ditadas pela natureza, a Colheita ao Luar é uma das atividades mais exclusivas que o enoturismo oferece em São Roque. Mas há muito mais para fazer por lá durante o dia, especialmente no inverno. No complexo enogastronômico Vila Don Patto, que reúne restaurantes português e italiano, boulangerie, cervejaria e até heliponto, a grande atração da temporada é o piquenique nas Vinhas da Vila.

Embora seja uma estância turística, São Roque ainda carece de hotéis e pousadas de alto padrão. A proximidade da capital permite que boa parte dos turistas dedique apenas um dia ao Roteiro do Vinho. Ainda são poucas opções de pousadas.