Home + Notícias da Região Holambra ganha ciclovia de 14 km para passeios de bicicleta, outras cidades...

Holambra ganha ciclovia de 14 km para passeios de bicicleta, outras cidades estão no projeto

116

Holambra ganha ciclovia de 14 km para passeios de bicicleta, outras cidades estão no projetoA cidade de Holambra (SP), acaba de ganhar um percurso de 14 quilômetros em ciclovia para promover a convivência harmoniosa entre ciclistas e motoristas, intitulada de “Rota das Flores” o projeto surgiu a partir de um grupo de ciclistas e representantes dos setores público e privado.

A intenção foi criar uma rota bem sinalizada que ajudará a diminuir o número de acidentes, tem muita gente que tem medo de pegar a bike e vir pedalar em uma rota com circulação maior de carros e alta velocidade“, explica o ciclista Felipe Campagnolla, um dos idealizadores da ciclorota.

A estrada escolhida para servir de modelo experimental foi a rodovia municipal HBR-040. Por lá, obras garantiram melhorias no asfalto e mais sinalização. A expectativa agora é de que o trecho possa ser utilizado com mais frequência pelos ciclistas, seja para treinamento, deslocamento ou até passeio.


A Rota das Flores tem pista simples e é a primeira estrada bike friendly do estado de São Paulo. O trajeto conta com lombadas para desaceleração dos veículos e muitas placas de sinalização para motoristas e ciclistas. No caminho, há vários sítios de produtores de flores, com estufas para plantas ornamentais. O fato de haver poucos veículos circulando é outro ponto positivo.

A paisagem na região de Holambra muda de acordo com as estações do ano. Vale lembrar que nem sempre o trecho da ciclorrota estará repleto de flores. A melhor época para a visitação das flores é entre os meses de setembro e outubro, no início da primavera.

Expansão
A experiência de Holambra é a primeira, e outras já estão saindo do papel, como a Rota das Frutas, que atravessa municípios como Jundiaí, Louveira, Vinhedo e Itatiba. O lançamento do novo trecho está previsto agora para janeiro deste ano.

Segundo a concessionária CCR, serão cinco Ciclo Rotas no total, com mais de 300 quilômetros de vias. O investimento inclui reforma ou adaptação da infraestrutura das pistas, serviços de recapeamento, conservação, instalação de placas e melhorias na engenharia de tráfego, pensados para acolher os ciclistas e demais visitantes.

Foram escolhidos trechos próximos da capital, com infraestrutura e potencial turístico. O objetivo, segundo a CCR, é despertar o interesse dos ciclistas e gerar renda pelo fomento do turismo local a partir do cicloturismo.