Home Destaques Placas padrão Mercosul serão obrigatórias em todo o país para novos veículos...

Placas padrão Mercosul serão obrigatórias em todo o país para novos veículos e motos

838
Placas padrão Mercosul, Placas padrão Mercosul serão obrigatórias em todo o país para novos veículos e motos
Novo modelo permitirá um total de 450 milhões de placas diferentes

A partir do dia 31 de janeiro de 2020 se torna obrigatório o uso do novo modelo de placas para automóveis e motos no Brasil, a nova placa no padrão Mercosul (que não terá o nome do município) deverá ser adquirida para novos veículos ou para os que forem transferidos para outro município.


O novo modelo permitirá mais combinações, um total de 450 milhões de placas diferentes. A previsão era que, com o modelo atual, as combinações possíveis se esgotassem em alguns anos.

O custo referência da instalação é de R$ 138,00 para o par de placas e R$ 114,00 para placa avulsa ou para motos. O valor pode variar entre cada local que oferecer o serviço. A placa, já presente em países como Argentina, Uruguai e Paraguai, também tem sete dígitos, mas com três números e quatro letras. Uma das letras, inclusive, fica entre os números.

As placas que precisarem ser substituídas por furtos ou danos também serão adaptadas para o novo modelo. Ao invés de ser instalado diretamente pelo Detran, o item será produzido e vendido por empresas credenciadas.

Outra novidade é um QR Code, que reúne informações como o processo de fabricação da placa e sua instalação. Com ele, autoridades podem fiscalizar e confirmar informações do veículo por uma consulta digital.

Placas especiais
As cores dos caracteres alfanuméricos deverão variar de acordo com o tipo de uso. Para os veículos particulares, as letras e os números terão a cor preta. Para carros de aluguel ou autoescola, será vermelha. Automóveis oficiais e de representação vão utilizar a cor azul. Veículos diplomáticos terão caracteres dourados. Os de coleção serão identificados pela cor cinza. E os especiais (usados para experiência de fabricantes), pela cor verde.

Casos excepcionais
Para um veículo já emplacado com o novo modelo de placas, sendo transferido para um estado que ainda esteja em fase de transição do modelo não poderá ser exigido o retorno ao modelo de placa antiga (cinza).

Estados que aderiram à nova Placa:
Amazonas (AM); Bahia (BA), Espírito Santo (ES); Paraíba (PB); Piauí (PI); Paraná (PR); Rio de Janeiro (RJ); Rio Grande do Norte (RN); Rondônia (RO); Rio Grande do Sul (RS).

Estados que ainda não adotaram:
Acre (AC); Alagoas (AL); Amapá (AP); Ceará (CE); Distrito Federal (DF); Goiás (GO); Maranhão (MA); Mato Grosso (MT); Mato Grosso do Sul (MS); Minas Gerais (MG); Pará (PA); Pernambuco (PE); Roraima (RR); Santa Catarina (SC); São Paulo (SP); Sergipe (SE); Tocantins (TO).