Home Destaques Cheques especiais ganham novas regram em todos o bancos do país

Cheques especiais ganham novas regram em todos o bancos do país

551
nova-regra-cheque-especial
Bancos se preparam para criar uma linha nova para substituir o cheque especial

A partir de julho deste ano, todos os bancos do país passarão a ofertar aos usuários do cheque especial uma opção de linha de crédito com juros mais baixos. O parcelamento do saldo devedor será oferecido para clientes que tenham utilizado o cheque especial por 30 dias consecutivos, com uso de mais de 15% do limite disponível.



A mudança foi anunciada pela Febraban (federação dos bancos), que definiu novas regras para a modalidade de crédito (uma das mais caras do mercado). Em fevereiro, o juro do cheque especial chegou a 324% ao ano, enquanto a taxa média do crédito livre para as famílias ficou em 57% ao ano.

Cada instituição estabelecerá a cobrança, mas ela precisará ter juro mais baixo, diz a Febraban. A expectativa é que haja uma redução das taxas cobradas no cheque especial. Analistas financeiros dizem que a medida parece bastante positiva, porém ainda é muito tímida perto do descontrole financeiro das pessoas relativas a essa linha de crédito.

Pelas novas regras, os bancos também deverão informar de forma clara nos extratos o limite de crédito do cheque especial disponível para que ele não seja confundido com valores em depósito na conta corrente.

O Banco do Brasil e o Bradesco afirmam que irão criar uma linha nova para substituir o cheque especial a partir de 1.º de julho. Procurados, Itaú e Santander ainda não divulgaram quais serão suas estratégias para o correntista.



Como irá funcionar a nova medida

Linha de crédito alternativa
– Caso use mais de 15% do limite do cheque especial por 30 dias consecutivos, em valor superior a R$ 200, o cliente vai receber uma proposta do banco para, se quiser, migrar para – uma linha de crédito mais barata. Se não aceitar, nova oferta deverá ser feita a cada 30 dias.
– A oferta da linha será feita em até 5 dias úteis após a constatação que esse limite foi atingido.
– Após o parcelamento, os bancos poderão manter os limites de crédito contratados ou estabelecer novas condições.

Comunicação com o consumidor
– Os bancos mandarão um alerta sempre que o cliente entrar no cheque especial.
– Contratos de abertura de limite de crédito vinculado à conta corrente de depósito, fechados a partir de julho, deverão destacar informação relativa ao caráter de utilização emergencial e temporário do cheque especial.
– No extrato, o limite do cheque especial deverá ser mostrado sempre à parte, separado do saldo na conta corrente.