Home + Notícias da Página Principal Campinas amplia públicos que serão testados para novo coronavírus

Campinas amplia públicos que serão testados para novo coronavírus

399

Campinas ampliou os públicos que podem fazer testes para o novo coronavírus em atendimentos no sistema de Saúde do município, seguindo as recomendações do Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo, desde que tenham sintomas gripais. O anúncio foi feito pelo prefeito de Campinas, Jonas Donizette, durante transmissão ao vivo pelas redes sociais em 9 de junho.

Antes, o sistema de Saúde só podia realizar os testes em profissionais da área e para os casos graves com sintomas de gripe, e também nos óbitos. Essa era a recomendação da Vigilância em Saúde do Estado, que Campinas estava seguindo.

“A partir de agora, também podem fazer os testes pessoas que estejam com sintomas de gripe (febre ou sensação febril, com tosse ou dor garganta ou coriza ou dificuldade respiratória)”, desde que incluídas em determinadas categorias. “Não é qualquer pessoa que vai no Centro de Saúde fazer teste”, ressaltou o prefeito.

As pessoas que apresentarem esse conjunto de sintomas, poderão ser testadas se estiveram nas seguintes categorias: profissionais de Saúde em geral; profissionais da Segurança Pública; da limpeza urbana; da área de transportes; e os que trabalham com sistema funerário.

Também todos os idosos acima de 60 anos e pessoas com doenças crônicas (chamadas comorbidades) independente da idade poderão ser testadas. Pacientes com doenças do coração, pulmão, neurológicas, obesidade, doença renal crônica, diabetes, gestantes de alto risco, pessoas com Síndrome de Down, entre outras, estão incluídas desde que com sintomas gripais.

A medida também contempla a população em situação de vulnerabilidade social, como pessoas em situação de rua, quilombolas e povos indígenas; e pessoas de instituições fechadas, tais como moradores asilos.

Onde fazer o teste

O secretário municipal de Saúde, Carmino de Souza, explicou onde procurar assistência e fazer o teste. “Todas as nossas unidades de saúde, sejam da Rede Mário Gatti quanto da Secretaria, têm uma linha direta com pessoas com sintomas gripais. Aquelas pessoas que possam vir a apresentar sintomas de coronavírus, elas são testados”, disse.

“Não adianta ter a curiosidade de fazer o teste”, salientou o prefeito. Caso a pessoa queira ir aleatoriamente, sem nenhum sintoma, neste caso, o exame não será feito, explicou.

>> Campinas já realizou 8.439 exames para detecção do novo coronavírus desde o início da pandemia. Foram 56 testes em fevereiro, 809 em março, 1.755 em abril, 5.488 em maio e 331 em junho, até o último dia 3 de junho.