Home Futebol Palmeiras vence o Santos e conquista o bicampeonato da Copa Libertadores

Palmeiras vence o Santos e conquista o bicampeonato da Copa Libertadores

542
Palmeiras vence o Santos e conquista o bicampeonato da Copa Libertadores; veja melhores momentos
Breno Lopes comemora gol do título da Libertadores pelo Palmeiras

O Palmeiras é o campeão da Libertadores 2020, o Verdão venceu o Santos por 1 a 0 no tempo regulamentar neste sábado (30-jan) no estádio do Maracanã no Rio de Janeiro. A taça que era objeto de desejo dos torcedores a mais de 20 anos, está com o Palmeiras e pela segunda vez em sua história,

Breno Lopes, nos 53 minutos do segundo tempo, fez o gol que entra para a história. Breno chegou recentemente ao Palmeiras e ainda não tinha marcado um gol. Como é o futebol, acionado no segundo tempo, ele fez o gol que deu o bicampeonato para a equipe na Libertadores. O Palmeiras havia conquistado o torneio em 1999, com Marcos, Luiz Felipe Scolari e companhia.

Leia também:

Jogos Olímpicos Tóquio ao vivo pela internet


A partir de agora, o Mundial de Clubes vira o grande compromisso do Palmeiras. O torneio da Fifa começará em 4 de fevereiro, com o clube brasileiro estreando no dia 7. Antes disso, o Alviverde enfrenta o Botafogo na terça-feira (2) e o Santos visita o Grêmio na quarta (3). Ambos os jogos são do Campeonato Brasileiro.

Depois de um primeiro morno e de muito estudo, as equipes começaram a se soltar na segunda etapa. Com 30 minutos, Diego Pituca teve liberdade e mandou uma bomba, Weverton espalmou. No rebote, Felipe Jonatan chutou com bastante perigo. Foi a primeira grande oportunidade pelo chão. Já nos minutos finais, quando a partida caminhava para a prorrogação, Breno Lopes completou cruzamento e, de cabeça, tirou totalmente John da jogada. Fez o gol histórico para o clube alviverde.

Final da Copa Libertadores da América 2020
Data: 30/01/2021 (sábado)
Horário: 17h00
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro
Árbitro: Patricio Loustau (Argentina)
Assistentes: Ezequiel Brailovsky e Diego Bonfa (ambos da Argentina)
Quarto Árbitro: Dario Herrera (Argentina)
VAR: Mauro Vigliano (Argentina)
Cartões amarelos: Gustavo Gómez, Viña, Marcos Rocha (Palmeiras); Lucas Veríssimo, Diego Pituca, Alison (Santos)
Cartão vermelho: Cuca (Santos).

Gol: Breno Lopes, aos 53 minutos do segundo tempo

Escalação dos times

Palmeiras
Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez, Viña; Danilo, Zé Rafael (Patrick de Paula), Gabriel Menino (Breno Lopes), Raphael Veiga; Rony e Luiz Adriano.
Técnico: Abel Ferreira.

Santos
John; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres, Felipe Jonatan (Wellington Tim); Alison, Sandry (Lucas Braga) e Diego Pituca; Soteldo, Marinho e Kaio Jorge (Madson).
Técnico: Cuca