Home Esportes GP da Bélgica entra para a história como a corrida mais curta...

GP da Bélgica entra para a história como a corrida mais curta da Fórmula 1

199
GP da Bélgica entra para a história como a corrida mais curta da Fórmula 1
Visibilidade dos pilotos ficou extremamente prejudicada devido à chuva

Encerrado após apenas uma volta por causa da forte chuva que caiu em Spa-Francorchamps no último domingo (29-ago) durante o GP da Bélgica. A corrida que não houve, acabou entrando para o livro de recordes como a mais curta da história da Fórmula 1, desbancando uma marca que durou 30 anos, desde o GP da Austrália de 1991, vencido por Ayrton Senna após 14 voltas, e paralisado também pela chuva.

Entre todas as 1.047 provas disputadas na F1, apenas seis foram encerradas antes dos 75% da distância total, o que garante apenas metade da pontuação aos pilotos. A primeira delas foi o GP da Espanha de 1975, quando o carro de Rolf Stommelens atingiu diversos espectadores e matou quatro pessoas.


Ainda na mesma temporada, o GP da Áustria foi encerrado em função da chuva forte, que também cancelou todas as outras quatro corridas encerradas antes da marca de 75% até o GP da Bélgica de 2021. Uma delas foi o famoso GP de Mônaco de 1984, que Ayrton Senna chegou em segundo com a modesta Toleman. Alain Prost venceu após pedir pelo encerramento da prova por falta de condições, recebeu metade dos pontos e acabou perdendo o título daquele ano para Niki Lauda.

A chuva forte que caiu no Circuito de Spa-Francorchamps paralisou a prova por mais de três horas e a Fórmula 1 decidiu interromper a disputa após duas largadas e uma volta válida, com vitória de Max Verstappen e metade dos pontos aos dez primeiros. Com isso, George Russell conquistou seu primeiro pódio da carreira, ficando em segundo lugar; Lewis Hamilton foi o terceiro.