Home Esportes Acidente mata Kobe Bryant, lenda do Basquete e sua filha

Acidente mata Kobe Bryant, lenda do Basquete e sua filha

831

Acidente de helicóptero mata Kobe Bryant, lenda do Lakers e sua filhaUm dos maiores jogadores da história da NBA, Kobe Bryant morreu ontem aos 41 anos, vítima de um acidente de helicóptero na cidade de Calabasas, na Califórnia. Além dele, outras oito pessoas estavam a bordo, sendo uma delas Gianna, sua filha de 13 anos. A mulher do ex-jogador e as outras duas filhas do casal não estavam na aeronave.

O helicóptero, que pertencia a Kobe, caiu em uma área descampada, por volta das 10h no local (16h de Brasília) em Calabasas, que fica a aproximadamente 50 quilômetros de Los Angeles. Segundo a polícia, o acidente foi seguido de um foco de incêndio que precisou ser controlado pelo Corpo de Bombeiros.

As causas, porém, ainda não foram determinadas. O grupo estava a caminho de um jogo de basquete da garota, que também tinha o sonho de ser jogadora profissional, na cidade Thousand Oaks, a 22 quilômetros do local do acidente.

Kobe terminou a carreira como terceiro maior pontuador da história, posto que perdeu na noite de sábado para LeBron James – também do Lakers. Foi esse, inclusive, o tema do seu último post, pelo Twitter: “Continue fazendo o jogo avançar, @kingjames. Muito respeito, meu irmão”.

O que se sabe do acidente
O helicóptero que levava Kobe e oito pessoas caiu quando fazia uma manobra para ganhar altura – a aeronave estava a 2.400 pés (730 metros) do chão no momento da queda, no domingo (26-jan).

Segundo o controle de voo da região o piloto teve pouco tempo para entrar em contato para avisar que teve que começar a subir para ultrapassar por cima de uma camada de nuvens presente.

O helicóptero havia saído do aeroporto John Wayne, em Orange County, na manhão de domingo e a primeira chamada para a emergência avisando da queda foi às 9h47 (14h47).

Áudios mostram que minutos antes do helicóptero cair, um controlador avisou o piloto de que ele estava “ainda muito baixo para ser monitorado”, o que significa que a aeronave ainda estava abaixo do nível que poderia ser encontrada pelo radar, em virtude do terreno montanhoso onde se encontrava. O áudio foi postado pelo site “LiveATC.net”.

Outros áudios entre o piloto e os controladores aéreos mostram que o piloto estava recebendo indicações enquanto sobrevoava o que foi identificado como uma neblina densa. Os controladores identificaram visibilidade comprometida em regiões próximas e, depois de conversar com outra aeronave, indicaram uma rota ao helicóptero.

Pouco depois de 9h40 no horário local, o helicóptero precisou fazer uma nova curva e subiu para mais de 2 mil pés acima do nível do mar. Foi então que perdeu altura e bateu em uma colina, quando estava a cerca de 1.400 pés de altura, segundo dados do “Flightradar24”.

A autoridades, que confirmaram que nove pessoas estavam a bordo e que nenhuma sobreviveu, ainda investigam o caso. Os resultados para confirmar o motivo que levou ao acidente podem demorar até um ano.