Home Esportes São Paulo demite Ricardo Gomes e já fala em novo técnico

São Paulo demite Ricardo Gomes e já fala em novo técnico

555

O São Paulo anunciou na quarta-feira a demissão do técnico Ricardo Gomes após 18 partidas, o treinador deixou o cargo sem ter conseguido agradar a torcida e principalmente a diretoria. A gota d’água para sua segunda passagem no Tricolor foi a derrota por 2 a 0 para a Chapecoense no último domingo pelo Brasileirão. O que surpreendeu os jogadores foi o momento escolhido para a saída, a somente duas partidas para o fim da temporada.




Ainda mais pelo fato do presidente do clube, Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, ter garantido o treinador para 2017 ainda na semana passada. Ricardo não tinha tempo de contrato estipulado nem multa rescisória.

Com o cargo vago, começam as especulações sobre o substituto de Gomes. O nome de Rogério Ceni ganhou muita força. O ex-goleiro, um dos maiores ídolos do clube, passou o ano de 2016 realizando cursos no Brasil e no exterior para se aprimorar na função de treinador. É senso comum que Ceni já está preparado para o cargo pois enquanto goleiro do clube o jogador que era capitão foi voz ativa e motivadora antes das partidas. As negociações com Ceni estão bem avançadas.

 

4 motivos que provocaram a demissão de Ricardo Gomes

Pressão política
Alguns conselheiros criticavam há tempos o desempenho de Ricardo Gomes. Para eles, o treinador não apresentava as características necessárias para comandar o São Paulo. Como o clube terá eleições presidenciais em abril de 2017, não era interessante, também, o atual mandatário Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, ficar indisposto com parte do Conselho.




Torcida
Nas arquibancadas, os são-paulinos cansaram de mostrar a sua insatisfação com o treinador. Além das vaias e das críticas pela performance ruim da equipe, até mesmo o fato de Ricardo Gomes ter sofrido um AVC servia de base para o questionamento de alguns torcedores, que não viam Gomes em condições de dirigir um time como o São Paulo. É importante ressaltar que tal preconceito irritou a diretoria do São Paulo, que sempre deu apoio ao ex-técnico neste sentido.

Ressuscitar’ Carlinhos
A entrada de Carlinhos no jogo contra o Grêmio, na última semana, pode ser vista como a gota d’àgua para a saída de Gomes. O lateral esquerdo não faz parte dos planos para 2017 e estava perto de um acerto com um outro clube. Porém, ao substituir Luiz Araújo, o ala teve desempenho ruim e passou a ser alvo de vaias da torcida.

Rogério Ceni
O clube queria se ver livre para poder negociar com o ex-goleiro. Ídolo da torcida, o ex-jogador não esconde a intenção de um dia dirigir o time e fez até curso na Inglaterra para poder virar técnico. Agora, ele é o favorito para assumir o cargo.